quinta-feira, 1 de outubro de 2009

Desmascarada trama da PLR

Nos longos e exaustivos cálculos feitos sobre a Participação nos Lucros e Resultados, durante a negociação com a Fenaban, em São Paulo, nesta quinta-feira, os bancários comprovaram que com a proposta dos bancos, o teto da PLR cairia de 15% para 4%, chegando a superar um salário em alguns casos.

Em suma, os bancários mostraram que somente os banqueiros lucrariam, e que em determinadas situações o trabalhador sofreria uma perda de até 80% na PLR, o que é um absurdo diante do excelente desempenho dos bancos.

Os bancários deixaram claro que não aceitam redução do direito e exigem uma PLR com modelo mais simples, com parcela linear do lucro e que não seja descontada dos programas próprios.

Nenhum comentário:

Mais vistos

Arquivo

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO