quinta-feira, 1 de outubro de 2009

Negociação caminha pouco no BB

Na retomada da negociação das reivindicações específicas dos funcionários, na quarta-feira (30), sétimo dia da greve, o Banco do Brasil avançou em relação a algumas reivindicações. Inclusive, anunciou a contratação de 3 mil novos funcionários até 2010 e a criação de comitês de ética em todos os estados e no Distrito Federal.

Em relação à isonomia, o banco anunciou que está regularizando a situação dos funcionários pós-98. Outra questão positiva para a categoria é o reconhecimento da necessidade de implementar política efetiva de combate ao assédio moral.

No entanto, em relação à Participação nos Lucros e Resultados, o BB disse que vai manter o modelo em vigor e condicionou a discussão de outras reivindicações ao resultado da rodada de negociação com a Fenaban, que teve início ontem. Sobre PCCS, valorização dos pisos salariais e fim da lateralidade, os empregados permaneceram sem resposta.

Alguns pontos da minuta específica do BB

-Novo PCCS (Plano de Carreira, Cargos e Salários)
-Adiantamento de 13o salário
-Auxílio-creche: R$ 465,00
-Indenização por morte ou incapacidade decorrente de assalto, sequestro ou extorsão: R$104.792,71
-Devolução de horas compensadas
-Retorno de licença-saúde
-Substituição de comissionados
-Anualização de licença-prêmio
-Abono assiduidade
-Auxílio aos funcionários e dependentes com deficiência

Nenhum comentário:

Mais vistos

Arquivo

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO