quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

Licença-prêmio para todos no BNB: mobilizar para avançar

Na última sexta-feira, 19, representantes da Comissão Nacional dos Funcionários do BNB (CNFBNB) se reuniram em João Pessoa-PB para discutir as ações do passivo trabalhista no BNB relacionadas à licença-prêmio. Compareceram membros da Diretoria dos sindicatos e suas assessorias jurídicas. O presidente da AFBNB, José Frota de Medeiros, representou a entidade na reunião. Na oportunidade, foi discutida a necessidade de uma orientação “sincronizada” a todos os sindicatos, com vistas ao ajuizamento da ação da licença-prêmio nas bases que ainda não o fizeram.

Durante a reunião, foi feita uma avaliação sobre o processo de negociação permanente com a Direção do Banco. “Foi unânime a constatação de que há um grande atraso no cumprimento dos compromissos gerados no processo de negociação, levando a um atraso no fechamento do acordo coletivo”, informa Medeiros. “Isso traz permanente expectativa, angústia e, muitas vezes, revolta nos trabalhadores do BNB, conscientes de que essas ações são para ganhar tempo e evitar melhores conquistas no referido acordo”, acrescenta o presidente da AFBNB.

Como encaminhamento, foram aprovadas – como instrumento de pressão – manifestações em todas as unidades nos dias de negociação da mesa permanente.

Plano de Funções

Medeiros destacou as principais reclamações feitas pelos funcionários, além do retorno da licença-prêmio: novo plano de previdência complementar, implementação do plano de funções, revisão do plano de cargos e extrapolação da jornada de trabalho. “Foi colocado também, na reunião, que o plano de funções não está sendo implementado de acordo com a concepção e processo colocados na mesa de negociação. A implantação está sendo feita aos pedaços, cedendo às pressões de grupos internos que têm mais poder”, explica o presidente da Associação, acrescentando que isto pode prejudicar a implantação do plano para o restante dos funcionários. “Isso é inaceitável. A reivindicação é que o Banco faça a implementação do plano em sintonia com as necessidades de todo o funcionalismo e do próprio BNB”, finaliza.


Fonte: AFBNB

Nenhum comentário:

Mais vistos

Arquivo

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO