quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Bancários do BRB aprovam acordo e encerram greve

Em assembleia específica realizada no início da noite desta quarta-feira (29), no Setor Bancário Sul, os bancários do BRB aprovaram a proposta de acordo oferecida pelo banco, que garante reajuste que varia de 7% a 14,9%, conquistada pelo Sindicato e os funcionários em mesa de negociação com o banco. O BRB se dispõe a cobrir a diferença do índice de 7% sobre as funções gratificadas e o VR caso o acordo com a Fenaban seja superior.

Com a aprovação da proposta, a greve se encerra no BRB. O dia de greve desta quarta-feira será abonado.

“De fato, esse acordo coletivo é um grande avanço calcado no mérito e na disposição de luta dos funcionários do BRB. O banco reconhece que, para ter um futuro promissor, de expansão, com excelência, é fundamental valorizar o corpo funcional. São os funcionários que fazem do BRB o que ele é hoje e será amanhã”, afirma Cida Sousa, diretora do Sindicato.

Veja os pontos principais da proposta aprovada na assembleia:

1. Aumento de 12% no vencimento padrão, complementos, anuênios e benefícios tais como auxílio creche, tíquete e cesta alimentação.

2. Aumento de 20,9% no valor da atividade gratificada de caixa, passando esta para R$ 900,00. Este percentual também incide sobre o CPAG.

3. Aumento de 7% no valor das funções gratificadas e do VR.

4. Formação de Grupo de Trabalho para a Revisão do Plano de Cargos e Salários, com representantes dos empregados, com compromisso de finalização dos trabalhos até dezembro de 2010.

5. Incorporação administrativa de função para os empregados que tiverem 10 anos ou mais de comissionamento, caso estes sejam descomissionados.

6. Garantia de Emprego para todos os funcionários, inclusive aqueles admitidos após o ano 2000, previsto em Regulamento de Pessoal.

7. Formalização dos quinze minutos concedidos para lanche dentro da jornada de trabalho.

8. Extensão do Adcional por Tempo de Serviço – ATS para os empregados admitidos a partir de janeiro de 2000. O ATS começa a contar a partir deste ano.

9. Extensão do benefício de 35 dias de férias para os empregados, a partir de 20 anos de banco, e extensivo aos oriundos das empresas incorporadas.

10. Criação de produto de crédito específico para o financiamento de veículos com taxas especiais e diferenciadas para os empregados do BRB.

Fonte: Sindicato dos Bancários de Brasilia

Um comentário:

joao disse...

SE O BRB, QUE ESTAVA NA MESA DA FENABAN PODE DAR 12%. PORQUE BANCO D BRASIL E CAIXA TAMBEM NAO DAO 12%?

Mais vistos

Arquivo

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO