quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Bradesco tenta reprimir greve pacífica

No primeiro dia da greve dos bancários, o Bradesco deu mais uma demonstração de truculência. Valendo-se da relação promíscua da direção do banco com alguns policiais, a empresa tentou impedir o legítimo direito dos funcionários de paralisar as atividades, usando de força e arrogância.

O clima ficou mais tenso no Mercado do Ouro, no Comércio, onde policias tentaram forçar a abertura da agência. A situação só foi contornada após interferência direta do Sindicato da Bahia, que pediu inclusive uma reunião com a Superintendência do Bradesco para discutir o problema.

Outra confusão envolvendo o Bradesco ocorreu no Bradescão, também no Comércio. Lá um indivíduo, que se identificou como um policial a serviço do banco, chegou a apontar uma arma para um diretor do SBBA, que participava do fechamento da unidade.

O Sindicato repudia a postura truculenta do Bradesco e vai denunciar qualquer tentativa de intimidação aos trabalhadores que buscam seus direitos de forma legítima.

Fonte: Sindicato dos Bancários da Bahia

Nenhum comentário:

Mais vistos

Arquivo

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO