sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Baianos enviam carta pela isonomia ao presidente Lula

Carta enviada a Lula, pela isonomia

Salvador, 07 de outubro de 2010.

Ao Exmo. Sr. Luis Inácio Lula da Silva

M.D. Presidente da República

Há alguns anos os empregados dos bancos públicos lutam pela isonomia de direitos e salários entre novos e antigos funcionários. O marco das perdas tem origem na política de desmonte das instituições públicas implementada pelo governo FHC, e situa-se nos anos de 1995 e 1996, respectivamente através das resoluções 9 e 10 do Departamento das Estatais do Ministério do Planejamento, que determinaram reduções salariais e supressão de direitos como a licença prêmio e o anuênio.

Até hoje as diretorias dos bancos públicos – Caixa, Banco do Brasil e Banco do Nordeste do Brasil -, alegam que o Departamento das Estatais não autoriza a isonomia, mantendo assim a injustificável distorção entre os bancários. Alguns avanços foram conquistados, mas ainda insuficientes, especialmente diante da alta rentabilidade e lucratividade que os bancos vem apresentando.

O problema apresenta contornos ainda mais graves na medida em que a diferenciação de direitos atua como um desestímulo aos novos empregados, altamente qualificados, em sua maioria, com graduação superior, mestrado e até doutorado, cujo potencial fica evidentemente comprometido.

Vale ressaltar que são esses bancários que atuam como operadores das políticas públicas do Governo Federal, na linha de frente de programas da mais alta importância para as transformações sociais em curso no Brasil, a exemplo do Bolsa Família, Minha Casa Minha Vida, FGTS, Agricultura Familiar, Micro Crédito etc.

Os novos empregados precisam ser valorizados, através do restabelecimento completo da isonomia, que vai atuar como o devido reconhecimento ao trabalho desses bancários que contribuem cotidianamente para o cumprimento de todas as metas do governo.

Neste momento, em que estão em curso as negociações da campanha salarial, a categoria bancária vem reivindicar de V.Exa. um posicionamento que revogue as duas resoluções supra-citadas, restabelecendo a isonomia, questão que interessa não apenas aos bancários mas a toda a sociedade.


Euclides Fagundes
Presidente do Sindicato da Bahia


Nenhum comentário:

Mais vistos

Arquivo

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO