segunda-feira, 27 de junho de 2011

Diretor do Sindicato dos Bancários de Vitória da Conquista é assassinado

Na madrugada desta segunda-feira, dia 27, foi encontrado morto em sua residência o funcionário do Bradesco e diretor do Sindicato dos Bancários de Vitória da Conquista (SEEB-VC), Leandro Alves Neres, 56 anos. As investigações apontam que Neres foi vítima de latrocínio. O veículo e os documentos da vítima foram levados.

A Diretoria do SEEB-VC divulgou nota lamentando o fato e manifestando imensa consternação. "Estamos de luto pelo nosso companheiro e indignados com a violência generalizada que afeta toda a nossa sociedade", desabafou o presidente do Sindicato, Delson Coêlho.

Bancário por mais de 30 anos, Leandro Neres esteve presente no movimento sindical bancário desde 1986. O seu corpo será velado na Paróquia de Santa Luzia, no Bairro da Urbis V. Ainda não há informações sobre o sepultamento. Leandro deixa dois filhos e uma viúva.


O presidente da Federação dos Bancários da Bahia e Sergipe, Emanoel Souza, entrou em contato com o deputado estadual Álvaro Gomes, que se comprometeu pedir ainda hoje uma audiência com o governador da Bahia Jaques Wagner para solicitar a apuração imediata do crime e a punição dos criminosos. Emanoel transmitiu sua solidariedade aos familiares e companheiros do Sindicato de Conquista neste momento de dor e sofrimento.

A Diretoria da CTB e os bancários de Vitória da Conquista lamentam o falecimento do combatente companheiro que dedicou sua vida em defesa dos direitos dos trabalhadores do setor e se prestam solidariedade à familiares e amigos nesse momento de dor.

NOTA DE FALECIMENTO

É com pesar que comunicamos o falecimento de Leandro Alves Neres, 56 anos, funcionário do Bradesco e diretor deste sindicato.

As investigações apontam que Neres foi vítima de latrocínio, ocorrido na madrugada de domingo para segunda-feira, em sua própria residência. O veículo e os documentos da vítima foram levados.

SINDICALISTA HÁ MAIS DE 20 ANOS

Bancário por mais de 30 anos, Leandro Neres esteve presente no movimento sindical bancário desde 1986. A Diretoria do Sindicato dos Bancários lamenta o fato e manifesta imensa consternação. “Estamos de luto pelo nosso companheiro e indignados com a violência generalizada que afeta toda a nossa sociedade”, lamenta o presidente do Sindicato dos Bancários, Delson Coêlho.

O corpo será velado na Paróquia de Santa Luzia, no Bairro da Urbis V. Ainda não há informações sobre o sepultamento.

Leandro deixa dois filhos e uma viúva. Aos familiares, nossa solidariedade.



Nenhum comentário:

Mais vistos

Arquivo

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO