terça-feira, 4 de setembro de 2012

Bancários indicam greve dia 18


Diante da intransigência da Fenaban (Federação Nacional dos Bancos), que não avançou na proposta, apesar de ter criado expectativa, na última rodada, de fechar acordo sem precisar a categoria radicalizar, manteve os 6% de reajuste, concedendo apenas 0,66% de aumento real. Com esta postura, já bastante conhecida, o Comando Nacional fez indicativo de greve para a partir do próximo dia 18.

Ficou definido ainda que sejam realizadas assembleias nas bases dos sindicatos na próxima quarta-feira (12/09) para decretar a paralisação por tempo indeterminado e outra no dia 17 para deflagrar a greve nacional da categoria. Além de não ampliar o índice oferecido, muito aquém dos 10,25% reivindicados pelos bancários, a Fenaban atropelou os bancários em relação ao projeto piloto de segurança apresentado pelo Comando.


Os representantes dos banqueiros já marcaram debate com a Secretaria de Segurança Pública de Pernambuco para discutir a implantação do mesmo na cidade de Recife, como ficou definido na última conversa, sem consultar a categoria. Simplesmente, os bancários, os mais interessados no processo, foram excluídos das discussões. 
 "Infelizmente, mais uma vez, a intransigência dos banqueiros vai levar a categoria à greve para garantir seus direitos", afirma o presidente da Federação da Bahia e Sergipe, Emanoel Souza, presente na negociação.

Nenhum comentário:

Mais vistos

Arquivo

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO