sexta-feira, 12 de julho de 2013

Bancários dão exemplo de participação no Dia Nacional de Lutas


Os bancários da Bahia dão um bom exemplo de união durante o Dia Nacional de Luta. Agências de diversas cidades do Estado ficaram fechadas nesta quinta-feira (11/07). Em Salvador, o movimento foi forte. Na avenida Sete de Setembro e no Comércio todas as unidades amanheceram com faixas e cartazes com o aviso da paralisação.


Nos demais bairros, o movimento também foi intenso. A diretora do Sindicato da Bahia, Graça Gomes, que estava em uma unidade do Comércio, explica que a categoria bancária tem um histórico de luta muito importante. "Agora, levantamos mais uma vez a bandeira por mudanças".


Do outro lado da cidade, na avenida Tancredo Neves, as agências também ficaram fechadas. Desde cedo em uma das unidades, o diretor Dorival Santana lembrou que algumas reivindicações fazem parte da pauta dos trabalhadores há muito tempo. "Desde 2004, quando o PL 4330 que regulamenta a terceirização entrou em pauta no Congresso, que o movimento sindical, em especial o bancário, denúncia as malicias do projeto".
Para se ter ideia, no início dos anos 1990, o setor bancário tinha cerca de um milhão de funcionários. Hoje, são pouco mais do que 450 mil. Outros tantos são terceirizados. Isso significa que não têm direitos importantes, como a PLR (Participação nos Lucros e Resultados).

Nenhum comentário:

Mais vistos

Arquivo

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO