terça-feira, 18 de março de 2014

Bancários da CTB definem estratégia de luta para a Campanha Salarial 2014

Entre os dias 15 e 16 de março, a cidade de Salvador foi palco do Seminário Nacional da CTB-Bancários. Com a presença de cerca de 60 dirigentes sindicais, vindos de 15 estados, os cetebistas definiram sua estratégica de luta para a Campanha Salarial deste ano, além de debaterem a atual conjuntura e a necessidade de ampliar a mobilização da categoria por todo o país.
Para Augusto Vasconcelos, vice-presidente do Sindicato dos Bancários da Bahia, as últimas campanhas salariais apresentaram avanços, mas estes foram insuficientes para valorizar a categoria diante da alta lucratividade do sistema. “Devemos reencantar os bancários e ampliar a participação da categoria. Somente assim conseguiremos romper as dificuldades impostas pela ganância dos bancos”, afirmou.
Segundo Eduardo Navarro, dirigente nacional da CTB e vice-presidente da Federação dos Bancários da Bahia e do Sergipe, o resultado dos debates realizados durante os dois dias de Seminário será levado pelos cetebistas para todos os fóruns estaduais e nacional durante os próximos meses.
bancarios ctb seminario3


“Realizamos um debate aprofundado sobre as reivindicações da CTB Bancários para o ano 2014”, destacou Navarro. “Nossa ideia principal é valorizar os salários de uma categoria extremamente importante para o país”, completou.

Propostas
Como resultado do Seminário, os Bancários da CTB identificaram a necessidade de toda a categoria, em nível nacional, lutar por um aumento real de 10% em 2014 (já descontada a inflação do último período).
No entanto, o debate não se limitou a discutir apenas a questão da valorização salarial, mas também dedicou grande espaço a temas como jornada de trabalho excessiva, imposição de metas descabida e inúmeros casos de assédio moral. “Todos esses fatores têm resultado no adoecimento de grande número de trabalhadores e trabalhadoras por todo o país”, destacou Navarro.
bancarios ctb seminario1


Diante desse cenário, o presidente nacional da CTB, Adilson Araújo, enfatizou a necessidade de a Central levar para todo o país suas propostas. “Identificamos a necessidade de a CTB Bancária para o sucesso da mobilização da categoria bancária. A CTB é um instrumento necessário para fazer avançar questões da categoria bancária”, afirmou o dirigente, sindicalista bancário da Bahia, após o Seminário em Salvador. “Já nesta campanha de 2014 a CTB Bancários deve se apresentar com propostas concretas, dignas do reconhecimento da nossa categoria”, completou.

Bancários e o desenvolvimento
Os sindicalistas também deram destaque para o papel desempenhado pela categoria junto aos bancos públicos nacionais – elementos fundamentais para o desenvolvimento do país. Segundo Navarro, a CTB defenderá que essas instituições tenham uma política de gestão que privilegie seus funcionários.
Essa necessidade se torna ainda mais relevante na atual conjuntura política nacional e internacional. Em um momento no qual as forças conservadoras ganham espaço junto ao governo federal, somado à crise financeira internacional, os bancários classistas precisam estar prontos para enfrentar os desafios do movimento sindical.
“Os sindicatos, em especial aqueles que representam os bancários, têm uma posição estratégica neste momento. O setor rentista tem grande influência na política nacional e é por conta desses interesses que vemos o governo federal dar continuidade a uma política macroeconômica conservadora, que mantém o tripé neoliberal herdado do governo Fernando Henrique Cardoso”, lembrou Adilson Araújo, referindo-se à política formada pelo alto superávit primário, câmbio flutuante e metas de inflação.
Para o presidente da CTB Nacional, a pressão dos banqueiros vem trazendo resultados, já que os números revelam a imensa lucratividade dos últimos anos, mesmo em um cenário de retração da economia. “Diante desse cenário, o Seminário do último final de semana serve para planejar nossa estratégia. Temos que nos organizar em nível nacional para valorizar mais e melhor os nossos quadros dirigentes, com vistas a fortalecer cada vez mais nossa interlocução entre a categoria”, sustentou.

Nenhum comentário:

Mais vistos

Arquivo

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO