quarta-feira, 10 de setembro de 2014

Hora de discutir remuneração bancária


Está chegando a hora decisiva para os bancários. Quarta e quinta-feira (10 e 11/09), acontece mais uma rodada de negociações com a Fenaban (Federação Nacional dos Bancos). Na pauta, as cláusulas econômicas, como o índice de reajuste salarial de 12,5%.  

O cenário é positivo e as organizações financeiras podem pagar. O balanço semestral dos lucros mostra. As seis principais empresas do setor bancário colocaram nos cofres R$ 28,5 bilhões entre janeiro e junho. Dinheiro a rodo. As cláusulas justas, vale destacar, podem perfeitamente ser atendidas.


Além do índice, dividido entre 5,4% de aumento real e inflação de 6,76%, a minuta tem ainda PLR (Participação dos Lucros e Resultados) de três salários mais R$ 6.247,00 e piso salarial de R$ 2.979,25 (salário mínimo definido pelo Dieese).

Inclusão do 14º salário, vales alimentação e refeição, 13ª cesta e auxílio creche/babá no valor de R$ 724, 00 (mínimo vigente) também estarão em debate. Para os bancários, o mais importante agora é aumentar a mobilização. A história mostra. Somente com pressão, os banqueiros atendem as reivindicações.

Nenhum comentário:

Mais vistos

Arquivo

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO