quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Lucros nas alturas. Acréscimo é de 21%


O consumidor pode estar até atento aos gastos e tomando menos empréstimos. No entanto, os bancos conseguem sugar ao máximo o dinheiro do cliente para manter os lucros nas alturas. O resultado do terceiro trimestre comprova. O ganho das cinco maiores organizações financeiras cresceu 21%.

Isso quer dizer que Itaú, Bradesco, BB, Santander e Caixa lucraram, juntos, R$ 15,528 bilhões entre julho e setembro deste ano. No mesmo período de 2013, as empresas embolsaram R$ 13,086 bilhões. O desempenho mostra que o setor bancário está sólido mesmo com o cenário econômico pouco favorável.


Apesar do menor apetite do consumidor pelo crédito, analistas apontam que os bancos souberam compensar o ganho em outras fontes de receita, como as tarifas de cartões, administração de fundos e seguros. O corte de pessoal é outro mecanismo usado para manter a lucratividade alta.

No primeiro semestre, o Bradesco eliminou 1.462 postos de trabalho. O Itaú segue a mesma linha e extinguiu 1.363 vagas. O Santander cortou 861 empregos em igual período. Apenas a Caixa contratou, 1.649 empregados de janeiro a junho.

Os dados revelam que os que mais demitiram são os mesmos que mais elevaram os lucros. Itaú e Bradesco ampliaram o ganho líquido 34% e 25%, nos nove primeiros meses do ano, respectivamente. 

Nenhum comentário:

Mais vistos

Arquivo

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO