sexta-feira, 16 de outubro de 2015

Tarifas aumentaram 169% em 3 anos

Enquanto os bancos oferecem 5,5% de reajuste salarial, que não repõe nem a inflação (9,89%), as tarifas cobradas pelas oito maiores instituições financeiras do país subiram 169% desde janeiro de 2013. Foi um aumento até 8,6 vezes maior que a inflação acumulada no período até agosto de 2015 (19,63%), segundo pesquisa feita pela Proteste Associação de Consumidores.

Além dos altos lucros, este é mais um indicador que comprova que a proposta da Fenaban é uma provocação, que impõe perdas aos bancários. No mesmo período, o reajuste dos salários da categoria foi de apenas 17,18%.

O Proteste avaliou as tarifas do Banco do Brasil, Banrisul, Bradesco, Caixa Econômica Federal, Citibank, HSBC, Itaú e Santander. O maior aumento encontrado foi na cesta Exclusive Fácil (antiga Conta Fácil Bradesco Super) do banco Bradesco, que em 2013 custava R$ 23 mensais, em 2014 R$ 27,40 e agora no mês de outubro, passará para R$ 61,90 por mês.

No levantamento, foram encontrados pacotes de serviços com valores de até R$ 74 mensais, como o cobrado pelo Santander na cesta de serviço Van Gogh Max, que em um ano soma R$ 888.


O deputado federal Chico Lopes (PCdoB-CE) apresentou um requerimento na Comissão de Defesa do Consumidor da Câmara Federal, da qual é vice-presidente, solicitando a criação de uma Subcomissão Especial para tratar do aumento abusivo das tarifas e taxas bancárias, em especial as aplicadas nos últimos três anos.

Nenhum comentário:

Mais vistos

Arquivo

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO