quinta-feira, 12 de novembro de 2015

Demissões continuam no Bradesco

O Bradesco, assim como demais bancos, continua demitindo. Mesmo com o lucro acumulado de R$ 13,3 bilhões entre janeiro e setembro de 2015, a empresa cortou 5.153 postos de trabalho no país em doze meses. Queda de 5,2% no quadro de pessoal.

A organização financeira tem agora 93.696 empregados. A política perversa só aumenta a pressão para os bancários que ficam, pois eleva a sobrecarga de trabalho e também o medo de ser o próximo da lista. 

Os dados, do Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos), revelam que o número total de agências reduziu em 66. O que deixa os clientes com menos opções de atendimento e mais estressados com o tamanho das filas. É muito descaso mesmo. 

Nenhum comentário:

Mais vistos

Arquivo

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO