terça-feira, 15 de dezembro de 2015

Em pauta a igualdade de oportunidades

É pauta contínua do Comando Nacional dos Bancários a luta pela igualdade de oportunidades. Os bancos fecham os olhos para a equiparação salarial entre homens e mulheres e dificultam a contratação de negros e PCDs (Pessoas com Deficiência). 

Por isso, os trabalhadores cobram da Fenaban (Federação Nacional dos Bancos) políticas de combate à discriminação. Inclusive, nesta terça-feira (15/12), acontece mesa temática para debater o assunto. 

Os encontros, que ocorrem a cada dois meses, devem discutir questões pendentes apontadas no último Censo da Diversidade, divulgado em 2014, e que expôs a discriminação de gênero e raça no setor mais lucrativo do país.


Os dados apontam que nas agências as mulheres ganham 22,1% a menos do que os homens e os negros recebem 12,7% a menos do que os brancos, apesar de 74,5% terem nível superior. 

Nenhum comentário:

Mais vistos

Arquivo

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO